quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Hino à Humanidade



Passamos pelas coisas sem as ver,

gastos, como animais envelhecidos.

se alguém chama por nós não respondemos,

se alguém nos pede amor não estremecemos,

como frutos de sombra sem sabor,vamos caindo ao chão apodrecidos.

...

Eugénio Andrade
 

QUE NESTE NATAL E NO FUTURO todos possam olhar o outro de uma forma diferente,

todos respondam aos apelos, à dor, ao amor, QUE NINGUÉM FIQUE INDIFERENTE.


Para todos um grande abraço e votos de boas festas.